Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

voos de mulher

E ela não passava de uma mulher... inconstante e borboleta. [Clarice Lispector]

mulher solidão

11.08.21 | voosdemulher

E.Munch.jpg

Pintura Edvard Munch  

Se pudesse dar-me um nome 
registaria sem hesitar Solidão,
aquela que me acompanha 
desde o dia em que me conheço.
 
Anteporia Maria, assim deve ser 
e francamente até gosto,
criaria sobrenomes a condizer 
com o sorriso suave do rosto,
a ansiedade trancada no peito,
os braços a embalar ternura,
a voz a guardar os silêncios.
 
Por uma questão de facilidade,
aparente economia da palavra,
se me quiserem chamar,
ignorem todos os outros 
e chamem-me apenas Mulher.

simetrias e distanciamento

10.08.21 | voosdemulher

seara de oliveiras.jpg

A foto é da internet. Parece respeitar uma simetria e um distanciamento entre as oliveiras. É algo que me assusta e confunde. Esta invasão simétrica...o campo parece nu. Até parece que as pobres oliveiras estão a cumprir o distanciamento social. Não é menos verdade que no seu campo, cada um faz o que quer, o que entende como melhor. Mas há uma nudez que se alcança a olho nu.  E que me aporta alguma tristeza.

Habituada a ver olivais carregados de azeitona, que irá dar o precioso azeite, não imagino um olival assim, a menos que as máquinas venham a substituir o Homem naquela que é uma das tarefas duras, mas bonita da natureza.

 

adormeço entre os abraços das palavras

04.08.21 | voosdemulher

mulher-caminhando.jpg

Com o tempo aprendi a amordaçar a dor e a calar a mágoa que impele a ira nas palavras. Sou brisa de um vento ameno que se esconde em convulsões nervosas. Trago comigo tempestades invernosas e devaneios só meus.

Adormeço entre os abraços das palavras que me desarmam na meiguice terna de um sincero olhar. Vento e mar. O calor do sol na pele à tonalidade salgada dos afectos. Sou a perpendicular em caminhos paralelos. A vertigem da promessa entre segredos. O suor de uma batalha interior que nos espicaça a alma. A impaciência precoce da calma.

Talvez os pés sejam apenas parte da história de um caminho, que entre os silêncios do tempo, têm de ser cumprido.