Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

voos de mulher

E ela não passava de uma mulher... inconstante e borboleta. [Clarice Lispector]

escuto contigo a mesma melodia

20.08.21 | voosdemulher

image.jpeg

Aprendi a sentir no tempo , aquilo que o tempo me ensinou.
Sou eu assim. Quero que o tempo vá dar uma curva, ali na estrada perto dos sorrisos, e escuto contigo a mesma melodia.

Ou seja para te falar verdade , escuto Chopin, porque também é , sempre foi um dos meus segredos. Sempre gostei de o escutar. Tanto como gosto de passear, perto de mim, num sentido variável, de maior ou menor humor.

Esguio-me das ruas onde passam pessoas, que não me sabem ler… Sinto sempre a melodia dos teus braços , quando envolves, sem querer a minha pele, aquela que o tempo deixou assim… macia. Embrulho os meus dedos, dentro dos teus e nem sequer preciso de me vestir de mim… porque já o sou aqui…
Abraço o sorriso do meu nome , num gesto que entrego ao teu , sem sair de mim…
Num pedaço de mim.
Hoje.

Teresa 



4 comentários

Comentar post