Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

voos de mulher

E ela não passava de uma mulher... inconstante e borboleta. [Clarice Lispector]

mistérios do tempo

02.08.21 | voosdemulher

janela.jpg

Por vezes, olho para janelas antigas (como esta) e tento imaginar como terá sido, ou, ainda será, a vida nestas casas. As memórias que os objectos encerram e como nos relacionamos com as ditas memórias e o tempo presente, que, em cada segundo, se torna passado. Creio que o  tempo só existe para medir o peso das mortes, e o peso incontornável da vida...

 

4 comentários

Comentar post