Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

voos de mulher

E ela não passava de uma mulher... inconstante e borboleta. [Clarice Lispector]

o mundo visto lá de cima

30.09.21 | voosdemulher

242959017_4312882385427756_6221274190255913462_n.j

A altivez de um voo a roçar as nuvens, num meio de tarde. Reúnem-se as nuvens e o céu estala em tons de aviso prévio sobre o alvoroço celestial. O voo vai cada vez mais a fundo... ignoro se alguma voz conhecida restabelece a ordem, alguém acima das coerências, da compreensão humana.

Algures num momento assim, os formatos pensados trocam de forma. A moldura parece pequena para um voo que não cabe em mim.

Eu gostaria de ver o mundo de cabeça para baixo, se alguma vez fosse mais bonito...visto  de cima.
Lá de cima...
 
(Teresa Matos)

2 comentários

  • Imagem de perfil

    voosdemulher

    30.09.21

    Mariana, não.
    É o voo de uma ave destemida, não é o meu voo.
    Talvez não arrisque uma descida a pique ainda que gostasse de ver o mundo lá de cima (se ele fosse mais bonito)
    A moldura parece pequena...porque a descida é vertiginosa e longa. :)
    Obrigada.
    T. Matos
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.